sexta-feira, 3 de abril de 2015

Um Poema Antigo V


Fonte: espacocardamomo.wordepress.com

Surdez

Tua voz troa tão alto
ouvidos não ouvem
impossíveis de tons...

Quem, pela verdade estiver,
que ecoe, bem alto, o meu silêncio!

Sons corrompidos velados
mentiras desveladas
vozes...



2 comentários:

  1. Eis-me a visitá-lo, no silencio deste poema.

    ResponderExcluir
  2. Sua presença é mais incentivo para continuar insistindo, Neli Ascari Krahl. Obrigado.

    ResponderExcluir