quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Poemas Classificados (2016) - II


Foto do autor

Sintaxe

Um único idioma apenas
minha língua sabe
teu corpo.

Ainda que em tua boca
demais ela se apequene
se bifurcada em teus ouvidos.

Declamo salivas
na tábua em braile
de suas, coxa e coxa.

De tão grande meu desejo
prefixa um orgasmo
em gustação precoce, num sufixo.

Teu tesão ginemorfológico
é o objeto direto
de minha sintaxe.

Classificado para a antologia VERSOS PROIBIDOS - EDIÇÃO ESPECIAL 2016 -  da CÂMARA BRASILEIRA DE JOVENS ESCRITORES (CBJE) - Rio de Janeiro (RJ) - fevereiro/2016.

http://www.camarabrasileira.com.br/versosproibidos2016.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário