quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Poeira - Ano I - Número I



Foto: Solange do Carmo Silva

Este é um exemplar do POEIRA (ano I - número I).

4 comentários:

  1. "Se não houver frutos, valeu a beleza das flores, se não houver flores, valeu a sombra das folhas, se não houver folhas, valeu a intenção das sementes." A boa semente, que plantou, germina em terra fértil...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Vera. Eu sou um incorrigível otimista, não deixo de semear e nem de regar. Abraços.

      Excluir
  2. Iniciativa louvável, permitir que seus fãs possam, além de visitar seu blog, receber seus poemas e demais escritos em casa.
    Parabéns e sucesso sempre mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Neli. Só existe a iniciativa quando há reciprocidade e, esta, eu venho recebendo com júbilo. Abraços.

      Excluir