quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Poema Classificado XXXVIII



Gato Matreiro

Chuva no telhado.
A um canto, ronronar suave.
Preguiça de gato.

Poema publicado na antologia POESIA.COM (Rio de Janeiro - 2012)

2 comentários:

  1. É um especial bichano, sempre atento, buscando seu carinho.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Neli. O do poema é um gato qualquer, mas esta da foto é a Morceguinha linda, sapeca, carinhosa às vezes e muito brincalhona. Abraços.

      Excluir