segunda-feira, 28 de março de 2016

Poemas Classificados - 2016 - IX


Foto do autor.

Esconde-esconde

Num jogo devasso
dispõe a menina, de versos
astros e amores no linho
branco de um lençol
a brincar de mulher.

Sou seu boneco platônico
amor quebrado, marionete.

Lança-me tua luz, imaginária amante
e iluminamor a madrugada
da tarde que cai em mim
com peso de mil e uma
plumas!

À esta altura,
a noite já cegou-me!

Classificado para a antologia PAIXÃO ET CETERA E TAL - POEMAS SELECIONADOS - EDIÇÃO 2016 - da Câmara Brasileira de Jovens Escritores (CBJE) - Rio de Janeiro (RJ) - em 28 de março de 2016.

3 comentários:

  1. Lendo e relendo seus poemas, eles vão-me contando a vida, vão narrando fatos, vão-me permitindo sonhar. Vão-me mostrando caminhos... Os versos estão todos ai, dançando à minha frente, ensinando-me a poesia que brota da vida. É muita beleza escrita.

    ResponderExcluir
  2. Bom dia Edalva Maria e Vera Buosi, vocês conseguem me emocionar com o carinho e presença em nosso blog. Abraços.

    ResponderExcluir