domingo, 6 de dezembro de 2015

Amigos que Escrevem XI


Foto da Autora.

Eu agora, eu e a solidão... acordo atordoada, sem entender se é sonho ou realidade... minha cabeça a rodopiar, te procuro você não está, choro, sofro, tudo foi sonho, tudo ilusão. Meu mundo, meu tudo, meu desassossego, onde você está, se há pouco tempo eu estava a te amar...?!
Nessa triste solidão, vivo a te amar, meu coração, minha alma vive a te buscar, eu te encontrar onde menos você está, queria te tirar desses meus devaneios e mais uma vez em teu corpo tocar, te dizer que sem você não sei continuar, mas o que fazer, se eu não te encontro e de mim distante estás, vou vivendo por viver, nesse meu sofrer, um dia ei de te encontrar, não será como nos sonhos, que te beijo, te apego, te sussurros e me entrego, mas ao despertar você não está, será eterno como deve ser, entre dois seres que decidiram se amar,...(Iara Aragão_06_12_2015)

Texto extraído da fan page da poetamiga IARA ARAGÃO, cujo endereço é:

https://www.facebook.com/Iara-Aragão-141860286175609/?ref=profile&pnref=lhc

Nenhum comentário:

Postar um comentário